Diabetes Alimentação - Como ter uma de Qualidade

Posted on dezembro 22, 2016

Uma boa alimentação para diabético deve incluir alimentos que diminuam a taxa de glicose e, ao mesmo tempo, favoreçam a produção natural de insulina.

Existe uma série de mitos acerca da alimentação para pessoas com diabetes, já que o excesso de açúcar no sangue faz pensar que elas não podem consumir nada que seja doce.

Porém, com moderação, os diabéticos podem comer alguns tipos de doces sem culpa e sem o risco de piorarem o quadro, assim também acontece com as frutas que alguns pacientes não comem por causa de informações erradas.

Neste artigo, procurei juntar o maior número possível de informações sobre boa alimentação para diabético. Se você tem dúvida com relação a algum alimento, recomendo que leia o texto completo para saber mais sobre o assunto.

Alimentos que diabéticos podem comer

remedio caseiro para diabetes e colesterol altoA diabetes é causada pelo excesso de açúcar na corrente sanguinea. Sendo assim, qualquer alimento que se transforme em glicose rapidamente, precisa ser evitado. Esses alimentos são reconhecidos como de alto índice glicêmico.

Como a lista de alimentos proibidos é muito grande, parece que os diabéticos precisam passar fome, o que não é verdade.

Dentro dos alimentos permitidos para diabéticos estão os cereais, legumes e verduras que sejam ricos em fibras, principalmente se forem do tipo solúvel, pois diminuem a absorção de glicose na corrente sanguínea.

Peixes ricos em gordura omega 3 e 6 também são amigos dos diabéticos, nesse time temos o atum, a cavalinha, sardinha, salmão e o pintado. Para cozinhar os óleos preferenciais devem ser de linhaça ou canola, pois evitam que o organismo resista à insulina.

Outros alimentos, que não podem faltar na mesa do diabético, são as leguminosas como feijão, ervilha, grão de bico e lentilha pois são ricas em fibras. Sementes de chia e linhaça são ricas em fibras solúveis e também Omega 3, por isso podem ser consumidas sem medo.

Alimentação para diabético tipo 1

A principal diferença dos diabéticos Tipo 1 é que a doença pode ser ocasionada por causas hereditárias, ou seja, além das limitações comuns da doença ainda existe uma pré disposição genética.

Na maioria dos casos, os diabéticos tipo 1, precisam usar insulina sintética, por isso a alimentação deve ser mais cuidadosa para não haver excesso do hormônio no sangue.

Basicamente, pacientes desse tipo podem comer os mesmos alimentos que os outros diabéticos, porém devem dar mais preferência para os produtos que contenham fibras, pois produzem saciedade e são de absorção mais lenta.

Frutas, legumes, verduras, leguminosas, cereais integrais, doces dietéticos e alimentos sem gordura devem fazer parte da alimentação dos diabéticos tipo 1.

Alimentação para diabético tipo 2

Os diabéticos tipo 2 fazem parte do grupo que pode erradicar completamente a doença, pois os fatores que levaram a desenvolve-la estão basicamente ligados aos hábitos alimentares e obesidade.

Para esse grupo os alimentos permitidos são os mesmos que para os do Tipo 1, porém possivelmente ainda fazem uma dieta para controle de peso e também possuem problemas de hipertensão.

Dessa maneira, eles precisam evitar terminantemente alimentos gordurosos de qualquer forma e também o excesso de condimentos. Os legumes, frutas e verduras continuam sendo liberados (sem exageros), e aqui existe uma restrição maior aos doces, mesmo os dietéticos.

Alimentação para diabéticos idosos

verduras para diabeticos e hipertensosO fator idade costuma agravar doenças crônicas, pois podem existir outros tipos de enfermidades paralelas. A idade avançada costuma desenvolver osteoporose, hipertensão, doenças cardiovasculares, e outros tipos de enfermidades.

O que precisa ser feito para que o cardápio de um diabético idoso seja saudável, é tentar aliar os alimentos que estão liberados pelas outras doenças e que são permitidos pela diabetes.

No caso da hipertensão, o sal, e alguns tipos de condimentos são restritos, para a osteoporose é preciso administrar fontes de cálcio, a maioria das doenças cardiovasculares incluem excesso de gordura, o cardápio de um diabético comum, é perfeito para idosos que tem problemas no coração.

Alimentação para diabéticos com anemia

A anemia é a deficiência de ferro na corrente sanguínea, por isso a alimentação indicada inclue alimentos ricos em ferro e outros que ajudam a absorver a substância no organismo. Os alimentos indicados para anêmicos incluem beterraba, feijão e fígado bovino.

Laranja e cenoura são elementos que ajudam a absorver o ferro, desses alimentos apenas a laranja deve ser eliminado do cardápio do diabético anêmico, pois é uma fruta muito calórica.

Frutas que diabéticos podem comer

alimentação saudavel O consumo de frutas, por diabéticos costuma causa muita polêmica, já que a maioria delas possui frutose que é um tipo de açúcar. Porém, algumas delas possuem outros elementos que são muito benéficos para os diabéticos, e na dúvida é bom saber quais são essas frutas:

  • Abacate: Rico em gordura que aumenta o colesterol bom, também é pobre em açúcar, e sua gordura nobre faz com que o metabolismo dos alimentos ocorra mais lentamente. É bom para diabéticos, mas obesos precisam tomar cuidado com o consumo excessivo.
  • Limão: É rico em ácido cítrico e vitamina C, previne problemas cardiovasculares, limpando as artérias. O principal benefício para diabéticos é que ele possui a capacidade de reduzir o índice glicêmico de outros alimentos.
  • Maçã: Consumida com casca, é grande fonte de fibras e nutrientes saudáveis, dentre eles a pectina que controla a glicemia e reduz o colesterol ruim. Cozinhar maçã com canela aumenta a sensação de saciedade.
  • Cereja: Fonte rica de flavonoides que possuem ação antioxidante, anti-inflamatória e antiviral, combatendo até alguns tipos de câncer. O índice glicêmico das variedades mais amargas é baixo, podendo ser consumidas por diabéticos.
  • Pêra: Rica em vitamina A, B1, B2, C e E e também fonte de fibras que são ótimas para regularizar os níveis de açúcar na corrente sanguínea e também diminui os níveis de colesterol.
  • Goiaba: Fonte de licopeno, Vitamina C, potássio e muitas fibras alimentares, elementos que ajuda, a manter os níveis de açúcar estáveis. Tomar o chá das folhas da goiaba pode evitar o desenvolvimento da diabetes tipo 2.
  • Kiwi: Fonte de flavonóides e vitaminas A, C e E, bem como de potássio e beta-caroteno que age contra os radicais livres, rico em fibras ajuda no controle dos níveis de açúcar no sangue.
  • Diabéticos podem comer banana? Quando o assunto é alimentação para diabéticos, as informações não podem ser erradas, pois estamos falando da saúde de pessoas que possuem doença crônica.

A banana constitui um mito na alimentação de diabéticos e muitas pessoas acreditam que ela não pode ser consumida por esses pacientes.

Porém, a banana é rica em potássio, manganês, fibras e vitaminas C e B6. E além disso é uma fruta que tem baixo índice glicêmico. Assim, considerando o tamanho da porção, a banana pode ser consumida por diabéticos sem nenhum problema.

A quantidade ideal é 3 porções por semana, sendo introduzida na dieta de maneira equilibrada, não haverá contra-indicações. Uma banana média (aproximadamente 18 cms) possui 105 calorias.

Quanto mais madura a fruta estiver, maior seu índice glicêmico. As bananas que apresentam a casca completamente amarela têm esse índice baixo (perto de 52) e estão perfeitas para o consumo.

Diabéticos podem comer tapioca

sintomas de hiperglicemiaA tapioca é feita a partir da mandioca que é uma raiz que possui índice glicêmico alto (aumenta a glicemia rapidamente), por isso é contra-indicada para os diabéticos.

>>> Conheça o programa Diabetes controlada <<<

Porém, se ela for recheada com elementos ricos em fibras, proteínas e gorduras boas, é possível incluir ela no cardápio sem riscos.

Alguns exemplos de recheio que deixarão a tapioca do diabético saudável: chia, farinha de maracujá e de coco, pasta de amendoim, tofu, atum, frango desfiado, rúcula com tomate e ovo mexido.

Adicionando esses elementos o carboidrato da mandioca será absorvido de maneira lenta o que evitará os picos glicêmicos.

Considerações finais sobre boa alimentação para diabético

Procuramos colocar nesse artigo, indicações de alimentações para diversos grupos de diabéticos, indicando os alimentos que podem ser consumidos.

Sabendo os tipos de produtos que são permitidos é possível montar um cardápio saudável para as várias refeições do dia

É importante também salientar que exercícios físicos são indicados para todos os tipos de diabéticos, pois ajudam a controlar os níveis de glicemia no sangue.

Consulte seu médico para saber se existe alguma contra-indicação e comece a se exercitar, o mais rápido possível.

Comments are closed.